O CPQBA NA SOCIEDADE

Cumprir este importante papel de responsabilidade social, tendo como frutos a aplicação direta dos conhecimentos através de ações junto às empresas e à sociedade.

Atividades realizadas por seus pesquisadores, como palestras, cursos, semanas de estudos, convênios com órgãos públicos e privados e participações voluntárias em órgãos regulamentadores governamentais, tais como Agência de Vigilância Sanitária, cumprem este importante papel de responsabilidade social, tendo como frutos a aplicação direta dos conhecimentos através de ações junto às empresas e à sociedade.

Paralelamente, cada Divisão tem investido em formação de recursos humanos, em treinamentos e serviços para a comunidade. “Estas ações sociais, ao lado da prestação de serviços e pesquisas, é que fazem a gente crescer”, acredita a pesquisadora Glyn Mara Figueira, da Divisão de Agrotecnologia.

DIFUSÃO DO CONHECIMENTO

Uma das ações voltadas para o setor agrícola é a realização de eventos na área rural, para divulgação de técnicas agrícolas na produção de plantas medicinais. Este trabalho vem sendo realizado desde 2003 em parceria com a Embrapa, com a intenção de disseminar o conhecimento sobre plantas que vêm sendo selecionadas pelo CPQBA. “Nosso objetivo é o de disponibilizar ao produtor rural este material com o qual a gente vem trabalhando há muitos anos, para que ele seja efetivamente usado pelo produtor”, idealiza o pesquisador da Divisão de Agrotecnologia, Pedro de Magalhães.

Além disso, o CPQBA vem oferecendo regularmente workshops, simpósios e visitas técnicas monitoradas que visam à divulgação das atividades e dos conhecimentos gerados pelo Centro de Pesquisas e que atendem àqueles que desejam orientações básicas sobre o cultivo das espécies ou para fins didáticos.

O principal objetivo deste tipo de parceria não é o financeiro, uma vez que nestes convênios não estão incluídos pagamentos de qualquer espécie, mas sim o cumprimento de uma nova vocação do CPQBA: a de difusão de valiosos conhecimentos gerados pelo esforço contínuo de sua equipe de pesquisadores e colaboradores ao longo de seus 29 anos de existência.

A FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

Outra importante atuação do CPQBA que apresenta impacto na sociedade está relacionada ao seu papel na formação de recursos humanos de alta qualidade, nos níveis técnicos, de graduação e de pós-graduação. A elevada formação acadêmica dos pesquisadores do Centro possibilita o credenciamento dos mesmos junto a diferentes programas de pós-graduação, permitindo a realização de pesquisas de maior extensão e profundidade.

O aumento qualitativo e quantitativo das pesquisas acadêmicas, por sua vez, acaba por incentivar um aumento na prestação de serviços, que têm gerado frutos indiretos para as empresas e a sociedade em geral, formando um círculo virtuoso de trabalho e crescimento nas atividades realizadas pelo CPQBA.

Grande parte dos pesquisadores do Centro completou sua formação em paralelo ao desenvolvimento do CPQBA. “Na verdade, nós nos formamos aqui praticamente, aqui começamos nossas carreiras de pesquisadores”, considera a pesquisadora Marta Cristina Teixeira Duarte, coordenadora da Divisão de Microbiologia.

“Hoje temos um número maior de pesquisadores, pessoas que ainda estavam em fase de formação, fazendo mestrado e doutorado, e que depois de um certo tempo também começam a desenvolver as suas próprias linhas de pesquisa e a colocar no mercado os produtos das mesmas”, explica Duarte.

GRUPO DA TERCEIRA IDADE

As ações sociais do CPQBA se intensificaram ainda mais no final da década de 1990. Neste período, durante a diretoria do Professor João Pereira, foi firmada uma parceria junto à Prefeitura de Paulínia, para o oferecimento de um curso de plantas medicinais para um grupo de participantes da terceira idade do Munícipio.

No início, os cursos eram no sentido mais educativo, de informações sobre cultivo de plantas medicinais. Entretanto, ao longo do tempo, a interação se intensificou e, atualmente, o empolgado grupo desenvolve atividades práticas junto ao viveiro de produção de mudas do Centro. Além disto, o grupo chegou a fazer participações em semanas de estudos e seminários sobre plantas medicinais, oferecidos pela Divisão de Agrotecnologia do CPQBA.

Este benéfico convívio entre os pesquisadores e os experientes alunos da terceira idade rendeu diversos frutos, resultados da troca e da sinergia entre os conhecimentos científico e tradicional.

ATUAÇÃO NA SOCIEDADE ATRAVÉS DE PARCERIAS COM EMPRESAS

A prestação de serviços, através da realização de análises habilitadas pela ANVISA, também contribui, mesmo que indiretamente, na melhoria da qualidade de vida da sociedade. “Na verdade nós prestamos também um serviço para a sociedade, uma vez que estamos realizando a análise de resíduos de pesticidas presentes nos alimentos”, afirma a coordenadora da Divisão de Química Analítica, Nadia Regina Rodrigues.

Entre outras prestações de serviços de interesse direto com a sociedade estão a análise e controle de qualidade de medicamentos e fitofármacos, análises toxicológicas e farmacológicas, análises microbiológicas de ar, cosméticos e alimentos e a avaliação de produtos antimicrobianos.

O CPQBA participa também de projetos de desenvolvimento de inovações tecnológicas em pequenas empresas, como por exemplo, o desenvolvimento de métodos de controle ambiental de pragas, através da criação de utilização de parasitas naturais contra as espécies que causam prejuízos econômicos em lavouras.

Menu